Visita Bolsanaro: Santi Guerrieri contestação ao Prefeito de Lucca

07/02/2019

Como no mundo todo existem pessoas que colocam sua ideologia a frente de tudo.

Prefeito de Lucca cidade natal dos avos maternos do Presidente Jair Bolsonaro que falou sobre a possível visita do Presidente na cidade dos antepassados dizendo "Entende-se que as idéias políticas do presidente do Brasil não são nossas: estamos, portanto, prontos para respeitar o dever institucional de um chefe de Estado estrangeiro cuja família tenha origem em Lucca. No entanto, quero enfatizar as diferenças políticas que existem entre nossas administrações. Nossa dimensão política não deve, portanto, ser atenuada ou confundida com o fato de acolher um chefe de Estado cujas ideias e abordagens políticas são muito distantes das nossas"

Esta declaração polemica e fora de contesto foi amplamente criticada pela população de Lucca e seus representantes como Marco Santi Guerrieri da "associação da cidade livre Lucca eu te amo" que disse 


"É dicotômico de um administrador municipal colocar suas próprias idéias políticas diante das origens de Lucca do Presidente do Brasil que quer visitar a cidade onde seus parentes nasceram". 

"Inadmissível que um prefeito, que deve ser o prefeito de todos os cidadãos e não apenas de si mesmo e de suas idéias políticas, possa criticar a provável visita do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro"

"Singular . Que a escorregar na casca de banana foi apenas o prefeito Tabellini sempre tido um apoiador de ˙Lucca Cidade Hospitaleira˙ dizendo que não importava de onde viessem as pessoas e de qual religião o politica, colocando tendas em toda a Toscana, tolerando uma invasão em larga escala dos africanos. 

O mérito dos nossos compatriotas que emigraram para terras estrangeiras colocou Lucca no lugar de prestigio e os descendentes daqueles Lucchesi puderam colocar-se em posições de prestígio em qualquer ramo do conhecimento humano", e ainda "uma honra receber um filho da nossa querida Lucca".

O senador Massimo Mallegni, do FI, partido de Silvio Berlusconi, declarou:

"O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, é bem-vindo em nossa terra. Farei todo o possível para facilitar sua chegada em nosso país e nossa província. Encontrarei em breve o embaixador brasileiro."

Já o comissário provincial da Liga em Lucca, Andrea Recaldin, afirmou que recebe com "grande entusiasmo" o desejo de Bolsonaro de "visitar a terra dos avós".

"Se o prefeito de Lucca não o quer, problema dele", declarou.