Sutri cidade de Tufo Calcáreo

25/08/2018

Sutri na província de Viterbo tem pouco mais de cinco mil habitantes, fica a cerca de 34 km da capital Viterbo e a cerca de 50 km de Roma. A cidade de Sutri se ergue sobre um imponente relevo tufo calcário que domina a Via Cassia. Suas origens são muito antigas e mostram evidências de seu passado, um anfiteatro romano, e uma necrópole etrusca formada por dezenas de túmulos , os dois completamente cavados na tufo calcário, paredes etruscas incorporadas pelas medievais, um mitraeum incorporado por uma igreja (Madonna del Parto), uma Catedral de origem românica.

Agora un critico d'arte, saggista, politico, opinionista e personaggio televisivo italiano ex-subsecretario da Cultura na Itália, Vittorio Sgarbi, Prefeito da Cidade, esta tentando promover Sutri no Mundo e porque não ajudar uma nobre iniciativa destas.

Estamos falando de arte e um dos melhores críticos d'Arte do planeta, como prefeito não poderia ser acoplado, porque a história da cidade de Sutri é testemunhada pelos inúmeros achados arqueológicos e artistico na área pertencente a diferentes épocas. Suas origens são muito antigas, provavelmente remontando à Idade do Bronze. Sua fundação está de acordo com a lenda, a ser atribuída a um povo antigo de navegadores orientais, os Pelasgi. Outras lendas falam da fundação de Sutri por Saturno, que aparece a cavalo com três espigas de trigo na mão no emblema oficial do município. Sutri teve um forte desenvolvimento durante o período de dominação etrusca, como um centro agrícola e comercial. Como uma passagem obrigatória para Etrúria Sutri foi finalmente conquistada em 383 aC pelos romanos, após a queda de Veio. Posteriormente Sutri apoiou a passagem de várias hordas bárbaras que viajavam ao longo da Via Cassia indo em direção de Roma, agindo como um baluarte do consulado e do império. Entre o quinto e oitavo séculos Sutri esteve envolvida nas lutas entre os lombardos e bizantinos, até que, em 728, o rei dos lombardos, Liutprand, ofereceu a cidade de Sutri e as terras circundantes ao Papa Gregório II. Esta doação é considerada o início do domínio temporal da Igreja, ou o primeiro passo na construção do Patrimônio de São Pedro. 

Mais informações para uma interessante visita você encontra aqui.