Superior Tribunal Federal nega liberdade a preso por pesca ilegal, que não pescou nada

11/11/2019

Exatamente 24 horas se passaram depois de derrubar as prisões após condenação em segunda e terceira instância, o STF decidiu manter preso um homem condenado por pesca ilegal. A coisa absurda é que o sujeito não chegou a retirar um peixe sequer da água, falou Renato Alves, na revista Crusoé.

Sem nenhum antecedente criminal, o pescador teve um habeas corpus (liberdade provisória) negado pelo Supremo, que recusou o pedido feito com base no princípio da insignificância, perpetrado pelo defensor público.


STF
STF

Realmente toda a conversinha do Toffoli, na hora de explicar seu voto, sobre Mariana, Brumadinho, Kiss e o mais de 500.000 homicídios nos 12 anos de governo PT, e depois de libertar um cara condenado por corrupção em terceira instância e com mais de 6 processos, e uma investigação pelo homicídio do Prefeito de Santo André, nega a uma pessoa, que tentou pescar pesce em lugar proibido sem se quer ter pego nada o direito por princípio de insignificância, a liberdade provisória.

Não precisamos colocar mais comentários a esta noticia ... o que acham?

Fonte: Revista Crusoé