Países que mais influenciam a cultura no Mundo

01/04/2019

A Itália novamente no primeiro lugar no planeta.

Roma
Roma

Os países que dominam a influência cultural são frequentemente sinônimos de boa comida, moda e vida fácil. 

Eles são trendsetters - o equivalente nacional do irmão maior. 

Seus produtos têm aquele certo "este é muito bom" que os faz desaparecer um pouco mais rápido das prateleiras. Sua música, televisão e filmes são absorvidos por outras culturas, tornando-se parte de uma conversa global mais ampla. 

A classificação de 2019 dos Melhores Países, formada em parceria com o Grupo BAV, uma unidade da empresa global de comunicações de marketing VMLY & R, e a Wharton School da Universidade da Pensilvânia, baseia-se em uma pesquisa que perguntou a mais de 20.000 pessoas de quatro regiões para associar 80 países com características específicas. A sub-classificação de Influência Cultural é baseada em uma média igualmente ponderada das pontuações de sete atributos do país relacionados à influência cultural de um país: culturalmente significativa em termos de entretenimento, moda, felicidade, cultura influente, moderna, prestigiosa e moderna. A pontuação de subaneamento de Influência Cultural teve um peso de 13% no ranking geral de Melhores Países. A identidade de um país é construída ao longo da vida, e talvez não surpreenda que pouco tenha mudado nos resultados dessa sub-classificação. 

Quando se trata de influência cultural, a Europa continua a ser o líder claro. 

Firenze
Firenze

A Itália, celebrada por suas tradições culinárias, arte clássica e roupas de grife, está novamente em primeiro lugar. 

Venezia
Venezia

A França, a Espanha, os Estados Unidos e o Reino Unido completam os cinco primeiros, como fizeram no ano passado. 

Os 10 principais países permaneceram os mesmos, com a Suíça, No. 9, Austrália, No. 8 e o Brasil, No. 7, embaralhando a ordem do ano passado. 

Embora os EUA nem sempre sejam associados a uma vida sofisticada, sua indústria de mídia e entretenimento de US $ 735 bilhões é a maior do mundo, representando um terço da indústria global. 

O Brasil, uma potência do futebol com a maior economia da América Latina, é o único país da América do Sul a quebrar o top 10 - o segundo maior país da América Latina é o México, número 26. 

Milano
Milano

O Japão e Cingapura são novamente os únicos países asiáticos colocados no top 15. 

Os países que já tiveram um grande império ou poder sobre um grande território não tiveram necessariamente uma forte influência remanescente. Portugal, que já governou a terra da América do Sul para a África, ficou em 24º lugar, enquanto a Rússia ficou em 20º lugar. 

Os entrevistados da pesquisa encontraram pouca influência proveniente de regimes com tendências autoritárias. O Cazaquistão e o Paquistão, os dois últimos países da lista, foram criticados por grupos de direitos humanos como a Anistia Internacional e a Human Rights Watch por reprimir a liberdade de expressão e a oposição política. A Bulgária terminou em terceiro na parte inferior do ranking.