Países campeões de emissões de CO2

21/08/2019

Nestes dias de polemica com Alemanha e Noruega sobre nossa atuação como Brasil em respeitar a natureza, vale a pena lembrar quem são os países campeões de emissões de CO2 do planeta e como esta posicionada a União Europeia 2 vezes menor do Brasil a Alemanha e Noruega 24 vezes menores nesta triste classifica em relação ao Brasil. CO2 é um dos vilãos da nuvem negra de São Paulo nestes dias.   

Alemanha
Alemanha
  • 1 Estados Unidos      22,2 % 
  • 2 China e Taiwan       18,4 % 
  • União Europeia          14,7 % 
  • 3 Russia                       5,6 % 
  • 4 India                          4,9 % 
  • 5 Japão                        4,6 % 
  • 6 Alemanha                  3,1 % 
  • 15 França                      1,4 %
  • 16 Brasil                        1,2 %
  • Noruega                      0,2 % 

Praticamente a Noruega que fala de respeito a natureza, proporcionado ao seu tamanho, polui 3 vezes mais que o Brasil, a Alemanha 60 vezes mais e a União Europeia 24 vezes mais que o Brasil. Para fazer a moral ao Brasil o a qualquer outro pais deveriam ser os melhores não acham??

A Norueguesa Alunorte é a maior refinaria de alumínio do mundo fora da China e está localizada na cidade de Barcarena, no estado do Pará (que faz parte da area chamada amazonia). A alumina é a matéria-prima do alumínio e é produzida a partir da bauxita, através do processo denominado Bayer. Esta empresa Norueguesa poluiu mais que qualquer outra e ela trabalha com centenas de unidades fora do Noruega.

Alemanha, criação de aves em massa é um dos setores mais poluentes
Alemanha, criação de aves em massa é um dos setores mais poluentes

A libertação de dióxido de carbono vinda da queima de combustíveis fósseis e mudanças no uso da terra (desmatamentos e queimadas, principalmente) impostas pelo homem constituem importantes alterações nos estoques naturais de carbono e tem um papel fundamental na mudança do clima do planeta.Outros grandes emissores são a produção de cimento e aço, refinaria de petróleo e indústria petroquímica. Por exemplo, o ácido acrílico, um importante monómero é produzido em uma quantidade de mais de 5 milhões de toneladas/ano. O desafio é o desenvolvimento desses processos é encontrar um catalisador adequado e condições de processo que maximizem a formação do produto e minimizem a produção de CO2.

O excesso de dióxido de carbono que atualmente é lançado para a atmosfera resulta da queima de combustíveis fósseis principalmente pelo setor industrial e de transporte. Além disso, reservatórios naturais de carbono e os sumidouros (ecossistemas com a capacidade de absorver CO2) também estão sendo afetados por ações antrópicas. Devido o solo possuir um estoque 2 a 3 vezes maior que a atmosfera, mudanças no uso do solo podem ser importante fonte de carbono para a atmosfera.

Em percentual tamanho do pais emissões de CO2 os vilãos são Japão, Alemanha Estados Unidos e China. O Brasil fica atras da Noruega com 1/3 da percentual de poluição deste pais, sem contar que a Noruega a diferença do Brasil mantém minas e empresas poluidoras em outros países alem do seu, incluindo o mesmo Brasil aonde foi partecipe de um grave desastre ambiental e esta percentual de poluição pode subir.

Segundo a meteorologista Helena Balbino, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o fenômeno foi causado pela convergência de massas de ar vindas de localizações diferentes, como ventos do Sudeste e do Norte.

São Paulo ontem e hoje a tarde
São Paulo ontem e hoje a tarde

 "Isso fez com que São Paulo estivesse imersa em uma nuvem com muitas partículas poluentes", explica. 

Em outras palavras, as nuvens que causaram a escuridão no meio da tarde são compostas de aerossóis e partículas provenientes do excesso de poluição urbana.
A formação de nuvens mais baixas, acrescenta a especialista, têm relação direta com o choque de temperaturas na capital paulista. Segundo ela, a fumaça proveniente de queimadas no Acre, em Rondônia, na Bolívia e no Paraguai contribui para a formação dessas nuvens.