La cura - Franco Battiato

26/04/2019

O Cura

Franco Battiato

Eu te protegerei dos medos da hipocondria

Das chateações que a partir de hoje você encontrará por seu caminho

Das injustiças e das decepções do seu tempo

Das falhas que a sua natureza normalmente vai atrair

Te aliviarei das dores e das suas mudanças de humor

Das obsessões das suas loucuras 

Vou superar as correntes gravitacionais

O espaço e a luz

Para que você não envelheça

E você será curada de todas as doenças

Porque você é um ser especial

E eu, cuidarei de você 

Eu vagava pelos campos do Tennessee  

Você não tem flores brancas para mim?

Mais velozes que uma águia, meus sonhos

Atravessam o mar Primeiro de tudo, te trarei silêncio e paciência

Juntos andaremos nos caminhos que levam até a essência

Os perfumes do amor vão inebriar nossos corpos

A calma de agosto não vai acalmar os nossos sentidos

Vou tecer o seu cabelo como o enredo de uma canção

Conheço as leis do mundo, e as te presentearei 

Vou superar as correntes gravitacionais

O espaço e a luz para que você não envelheça

Eu te salvarei de cada tristeza

Porque você é um ser especial e eu cuidarei de você

Eu sim, que cuidarei de você

La Cura 

Franco Battiato

Ti proteggerò dalle paure delle ipocondrie
Dai turbamenti che da oggi incontrerai per la tua via
Dalle ingiustizie e dagli inganni del tuo tempo
Dai fallimenti che per tua natura normalmente attirerai

Ti solleverò dai dolori e dai tuoi sbalzi d'umore
Dalle ossessioni delle tue manie
Supererò le correnti gravitazionali
Lo spazio e la luce per non farti invecchiare

E guarirai da tutte le malattie
Perché sei un essere speciale
Ed io, avrò cura di te

Vagavo per i campi del Tennessee
Come vi ero arrivato, chissà
Non hai fiori bianchi per me?
Più veloci di aquile i miei sogni
Attraversano il mare

Ti porterò soprattutto il silenzio e la pazienza
Percorreremo assieme le vie che portano all'essenza
I profumi d'amore inebrieranno i nostri corpi
La bonaccia d'agosto non calmerà i nostri sensi

Tesserò i tuoi capelli come trame di un canto
Conosco le leggi del mondo, e te ne farò dono
Supererò le correnti gravitazionali
Lo spazio e la luce per non farti invecchiare

Ti salverò da ogni malinconia
Perché sei un essere speciale
Ed io avrò cura di te
Io sì, che avrò cura di te

Compositores: Francesco Battiato / Manlio SgalambroLetra de La Cura © Universal Music Publishing Group