Juve-Napoli, o coro do estádio «Oje vita»

31/08/2019

Primeiro cantaram «Temos um sonho em nossos corações (Abbiamo un sogno nel cuore)», depois o ainda mais famoso «Oje vita minha». O Juventus Stadium se diverte após o gol de Cristiano Ronaldo que leva o resultado a 3-0, este terceiro gol inicia as provocações contínuas que sobem das escadas do estádio de Turim para abordar o Napoli em campo e os poucos torcedores napolitanos presentes na partida. As ofensas territoriais parecem, pelo menos por uma noite, desaparecer e, deixar espaço para provocações mais saudáveis, pelo menos durante grande parte da partida. Felizmente, também faltam coros ofensivos contra Carlo Ancelotti, ou jogadores mais polemicos. Hoje em Turim se canta a musica que em semana Cr7 entonou nas redes sociais.

Gol contra de Koulibaly
Gol contra de Koulibaly

Mas aquele coro, mesmo eu sendo torcedor da Juventus, me deixou preocupado e como em um incubo (para mim e todos os Juventinos) ou em um sonho para os Napolitanos, e todos os que torcem contra a Juve, os coros das arquibancadas pararam drasticamente, alguns minutos depois. O Napoli, de fato, consegue recuperar incrivelmente a partida, quase como se fosse uma resposta para os provocadores assim que a ouviram. No 3-3 de Di Lorenzo, o estádio não canta mais, a espera em um milagre no final, que, pontualmente, chega com o gol contra de Koulibaly. Em plena recuperação e a menos de 40 segundos do final, agora no 4-3 as mentes dos bianconeri se libertam e o Juventus Stadium volta a cantar, mas por medo de imprevistos como o da Var a musica cantada agora é «Storia di un grande amore», aonde as letras falam do Bianco che abbraccia il Nero (branco que da um abraço ao negro, cores da camisa da Juve), como fosse uma referencia a Koulibaly , negro de 1,95, que, com seu gol contra deu a vitoria a Juve. 

Brasileiro Danilo gol mais rapido de sempre no Campeonato Italiano
Brasileiro Danilo gol mais rapido de sempre no Campeonato Italiano

Kalidou Koulibaly é um futebolista francês naturalizado senegalês que atua como zagueiro, um dos melhores do planeta, um acidente que com certeza faz mal, especialmente a torcida napoletana e ao treinador do Napoli, Carlo Ancelotti,  que com muita capacidade, conseguiu trazer no segunda parte do jogo um time de virada.

Os gols do confronto foram de Danilo (Juventus), brasileiro com o gol mais rapido de sempre de um estrangeiro no Campeonato Italiano. Higuain e Cr7 novamente para a Juventus e Manolas, Lozano e Di Lorenzo para o Napoli tudo antes do gol contra de Koulibaly.

Djávlon

Mais informações sobre o Campeonato de futebol da Italia você encontra aqui.