it-Forza Alex

24.07.2020

O amigo e ex-piloto de Fórmula 1 e Indy, multicampeão paralímpico e de superação Alex Zanardi foi transferido da clínica de reabilitação Villa Beretta para um hospital na cidade de Milão devido a uma instabilidade em sua condição clínica. Zanardi está na UTI do Hospital San Raffaele.

Todos nos estamos rezando porque ele se recupere logo, a luta desse nosso campeão de vida e do esporte è nossa luta.

Forza Alex 

Zanardi havia deixado a UTI do Hospital Santa Maria alle Scotte, localizado em Siena, no dia 21 de julho, onde estava internado desde que sofreu um gravíssimo acidente com sua handbike em 19 de junho, e levado para a clínica de reabilitação neurológica em Costa Masnaga.

O ex-piloto de Fórmula 1 passou por três cirurgias em Siena, tanto neurológicas como de reconstrução dos ossos da face e foi mantido por mais de 20 dias em coma induzido.

Conforme testemunhas, Zanardi se perdeu em uma curva durante um evento esportivo, criado por ele mesmo, e bateu de frente com um caminhão. O Ministério Público está investigando o caso.

Há uma data, contando a história de Alex Zanardi, a partir da qual ninguém pode deixar de começar, porque marcou a fronteira entre o que havia sido sua vida até então e o que se tornou depois. 15 de setembro de 2001, a primeira corrida européia da Fórmula CART, no circuito de Lausitzring (Alemanha): a algumas voltas do final, Zanardi perde o controle de seu Reynard - Honda e acaba de lado no meio da pista, exatamente quando chega a 300 km / h, Alex Tagliani. O impacto é terrível, o carro de Zanardi é cortado em dois na altura do focinho e com ele as pernas do motorista à bolonhesa. Exceto por um milagre, após três dias de coma, Alex se vê passando o resto da vida sem as duas pernas. Uma condição que poderia ter derrubado alguém, mas não Alex Zanardi, cujo primeiro pensamento, por sua própria admissão, não estava voltado para tudo o que ele não podia mais fazer, mas para como ele poderia fazê-lo novamente. A partir daí, uma lenta e cansativa reabilitação e o início de uma incrível nova aventura que, ao longo dos anos, o levaria a ser o que é hoje: um símbolo e um exemplo positivo de força, coragem, determinação, solidariedade e, acima de tudo o que, como um esportista vencedor, gosta e mais do que antes.

Ele voltou a pilotar carros no WTCC e seguiu para o para-ciclismo, categoria onde conquistou quatro medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres e do Rio de Janeiro, e outras duas de prata, alem de partecipar do Ironman por varias vezes e a criar uma entidade para dar apoio a outras pessoas com deficiência projetando e patrocinando as bicicletas e o treinamento.

Alessandro Leone Zanardi (Bolonha, 23 de outubro de 1966) é um ex-automobilista e atualmente um paraciclista italiano.

Como automobilista, Zanardi correu na Fórmula 1 (pelas equipes Jordan, Minardi, Lotus e Williams) e na CART, onde foi bicampeão (1997 e 1998) pela equipe Chip Ganassi, defendendo também a equipe MoNunn, somando um total de 15 vitórias e 28 pódios em 66 grandes prêmios disputados.

Como atleta paralímpico, Zanardi é o maior campeão do Para-ciclismo nos Jogos Paralímpicos, com quatro medalhas de ouro e duas de prata.

Djávlon