"Classicismo, Realismo, Vanguarda: pintura italiana não entreguerras"

26/11/2018

BRASÍLIA \ aise \ - foi inaugurado pelo italiano a exposição embaixador Antonio Bernardini "Classicismo, Realismo, Vanguarda: pintura italiana não entreguerras", que estará aberta ao público até 20 de janeiro. Instalada no Centro Cultural Banco do Brasil, a exposição é resultado da colaboração entre a Embaixada da Itália em Brasília, o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo e o CCBB.

A exposição é composta por 67 obras da preciosa Coleção Francisco Matarazzo Sobrinho e Yolanda Penteado. Entre estes, Giorgio De Chirico, Felice Casorati, Carlo Carra, Afro Basaldella, Renato Guttuso, Mario Sironi e, acima de tudo, Amedeo Modigliani, com o seu trabalho "Auto-retrato" (1919), sem dúvida, a coleção mais importante e valioso.

O período entre a Primeira Guerra Mundial e a Segunda Guerra Mundial pode ser considerado um dos períodos mais prósperos da arte italiana contemporânea. Mudança, queda, fuga, guerra, reconstrução: o grande mérito desta exposição é precisamente para apresentar a vasta gama de poemas que compõem a alma de tempo arte pictórica italiana através das obras de muitos dos seus principais expoentes.

O projeto da exposição foi possível graças aos recursos alocados pelo Memorando de Entendimento para o aprimoramento da imagem da Itália no exterior. (Aise)