"A situação é séria". assinado Ratzinger

03/11/2019

De sua residencia em Castel Gandolfo, perto de Roma (Itália) Bento XVI responde a quem o criticou pelas palavras nas "anotações" sobre abuso sexual na igreja publicado em abril passado, de que claramente, não era a pedofilia o tema principal, mas Deus

S.S.João Paulo II e Papa Bento XVI
S.S.João Paulo II e Papa Bento XVI

"A situação é séria". 

"A sociedade ocidental não fala mais de Deus"

Depois das declarações de Bento XVI em abril ele responde a quem o criticou e escreve:

"Até onde eu posso ver, na maioria das reações à minha contribuição, Deus não aparece e, portanto, o que eu queria enfatizar como o ponto principal da questão não é abordado".

A do historiador alemão Birgit Aschmann, em particular,

"como resposta à minha publicação é insuficiente e típica do déficit geral na recepção do meu texto. Parece-me que a palavra Deus, que coloquei no centro da pergunta, não aparece nas quatro páginas do artigo. A sociedade ocidental é uma sociedade em que Deus está ausente do público e não tem mais nada a dizer. E é por isso que é uma sociedade em que a medida da humanidade está cada vez mais perdida ".

"O fato de a contribuição de Aschmann ignorar a passagem central do meu argumento, assim como a maioria das reações que aprendi, mostra-me a gravidade de uma situação em que a palavra Deus geralmente parece marginalizada em teologia".

Na liquidez em que o Ocidente está imerso, Ratzinger retorna aos fundamentos e confirma que suas "anotações" da primavera não passavam de um insulto trivial às sessenta e oito como façanhas revolucionárias.


Mais tempo passa e mais podemos entender quando este Papa Bento XVI foi mal julgado e quanto sua contribuição a humanidade e ao cristianismo seja fundamental para um equilibrio entre conservadores e progressistas.

No dia 19/03 de 2005 em uma aparição na Bahia Nossa Senhora, teria dito:

"Queridos filhos, uma grande embarcação estará em alto mar e todos ali presentes serão surpreendidos com o Cristo a sua frente. Um reino dividido e uma cadeira vazia. A existência de dois reis (dois papas) espalhará grande confusão pelo mundo, mas Deus virá em socorro do Seu povo".

Djávlon