— Filipe Rossi —

Filipe no Faldo Series South América
Filipe no Faldo Series South América
Djávlon e Filipe Rossi
Djávlon e Filipe Rossi
Aberto do Estado do Rio de Janeiro
Aberto do Estado do Rio de Janeiro
Será que tenho chance? Não ok forza Filipe!
Será que tenho chance? Não ok forza Filipe!
O fantastico buraco 2  em Castiglion del Bosco, na província de Siena
O fantastico buraco 2 em Castiglion del Bosco, na província de Siena
Castiglion del Bosco - Toscana - Italia
Castiglion del Bosco - Toscana - Italia
Castiglion del Bosco lindo, mas não tão fácil
Castiglion del Bosco lindo, mas não tão fácil

Filipe Rossi, nascido de uma família italiana, mas ainda não italiano em todos os aspectos (os documentos dele ainda estão no Consulado de San Paolo parados na burocracia que esperamos que seja resolvida em breve), é um dos novos talentos da nossa comunidade, em um esporte que está explodindo na Itália, o Golfe.

Sempre um prazer Andrea, espero ajudar com essa entrevista.

Prazer Filipe, você é um atleta jovem e na crista da onda pelos excelentes resultados no Brasil e no exterior, consegue se lembrar deles?

Meus resultados mais recentes foram a conquista do Faldo Series South América em Junho, seguido de um vice-campeonato no Aberto do Estado do Rio de Janeiro em Agosto e 1 terceiro lugar no Aberto do Arujá Golfe Clube em Setembro.

Jovem da comunidade italiana cresce no Golfe do Brasil e recebe um convite para o Torneio Nick Faldo, em Abu Dhabi nos Emirados Árabes Unidos, para jovens promissores, após os recentes resultados. Filipe de um a dez, quanto esse convite emociona você?

Eu diria que de 1-10 a nota é 10, foi muito emocionante ganhar no último ano que eu podia participar da competição e ter a oportunidade de jogar na Final nos Emirados Árabes, espero jogar muito bem lá!

Como nasceu seu amor pelo golfe?

Meu amor pelo golfe nasceu em um momento de crise do tênis, que eu praticava bastante, eu não estava muito feliz com minha situação no tênis e isso abriu minha cabeça para a prática de outros esportes. Como meu pai sempre praticou o golfe e é sócio de um dos melhores clubes do Brasil, ir para o golfe não foi uma decisão muito difícil. Eu diria que o amor pelo golfe só cresce com o tempo, e o amor pela competição sempre esteve dentro de mim.

Você faz uma dieta especial para ficar em forma? Bom, que a mãe Roberta (também descendente de italianos - Lorenzetti) é rigorosa com a dieta, mesmo que a cozinha em casa dos Rossi seja muito boa, é verdade?

Não faço uma dieta muito especial, minha mãe tem uma boa noção de uma alimentação saudável, então não preciso me preocupar muito com isso. A comida é sim muito boa, mas eu também quero muito experimentar a comida italiana no seu país de origem!

O campeão italiano Francesco Molinari, chamado por seus amigos Chicco, em um ano fantástico se tornou campeão do The Open Championship (uma espécie de Roland Garros del Golfe, para fazer uma conexão com o tênis), Campeão do British PGA Championship (Professional Golfers' Association) e do Quicken Loans National degli (USA) e para finalizar 2018 o Único Europeu (na história do golf) a fazer 5 pontos e vencer a Raider Cup, oficialmente conhecida como A Ryder Cup Matches, que é um torneio de golfe que se realiza a cada dois anos, a partir de 1927, incluindo uma seleção de jogadores Americanos e uma de jogadores europeus, um fato inédito para os golfistas italianos e ainda mais seria para os brasileiros, quanto os campeões como Chicco Molinari ou Tiger Woods estimulam um jovem como você?

Tiger Woods é o maior nome do esporte, é muito incentivador vê-lo voltar a vencer depois de tantas dificuldades que passou, desde de problemas pessoais revelados ao público, até diversas lesões físicas que o trouxeram muitas dores. Não gosto de idolatrar ninguém, mas tenho muito a aprender com uma pessoa que se supera tantas vezes.

Francesco Molinari, o Chicco, se tornou uma grande inspiração para os Italianos ao ganhar torneios muito importantes com muita frieza, e sem dúvida o esporte vai crescer muito na Itália e no mundo por causa dele. Espero que um dia eu tenha uma oportunidade de fazer alguma coisa similar pelo Brasil, que atualmente é muito fraco no golfe, precisamos de alguém jogando e ganhando no PGA TOUR para que o esporte se enraíze na cultura.

Na Itália vale o sangue, que é descendente de italiano é italiano, eu sei que em sua casa você também fala italiano, papà Marsilio sabe mais sobre a história italiana de que a maioria dos italianos na Itália, o irmão de seu avô mereceu a medalha pela bravura militar na guerra, morrendo pela Itália, mas o quanto você realmente se sente italiano?

Meu tio avô Marsilio, irmão do meu avô Peter, além de ter participado das Olimpíadas de Berlim em 1936 era tenente dos granadeiros do Rei da Itália, morreu na Rússia em 1942 quando tinha apenas 26 anos. Além disso, minhas duas avós são de origem italiana.

Fui criado com valores italianos e tenho muito orgulho disso, apesar de ainda não ter ido à Itália, posso senti-la dentro de mim, portanto sinto que no futuro além de representar o Brasil também estarei representando a Itália com todas minhas forças.

Filipe o que todos vão saber agora é que podem torcer por outro Rossi (Depois de Valentino Rossi na motovelocidade e Paulo Rossi no Futebol), em um esporte emergente na Itália, o golfe, virou uma mania, e quando os italianos começam a gostar de uma coisa a modificam sempre para melhor, vejam somente os campos lindos que estão surgindo na Itália como os 18 buracos de Castiglion del Bosco, dentro da propriedade de Massimo e Chiara Ferragamo, no centro do Vale de Orcia, perto do Parque Natural de Montalcino. Todo este movimento que está dando grandes satisfações, inclue os italianos e oriundi como você, obrigado.

Djávlon