Esporte

02/07/2018

A vitória de quatro atletas italianas de origem africana na prova de 4x400 metros dos Jogos do Mediterrâneo desencadeou uma polêmica na Itália, com acusações de racismo entre expoentes políticos e culturais. O Partido Democrático (PD), de centro-esquerda e do ex-premier Matteo Renzi, elogiou as atletas, publicando uma foto do grupo nas redes sociais onde elas aparecem com a bandeira italiana nas costas. "A notícia mais bonita de ontem. Mas ela chega dos Jogos do Mediterrâneo, e não de Pontida", escreveu Renzi no Twitter, em referência à cidade da Lombardia que recebeu no domingo o encontro anual do partido nacionalista Liga Norte, atualmente ao poder e que não quer mais qualquer desembarque de pessoas trazidas para Italia por ONG ligada com o trafico de ser humanos.

Gia Marco Centinaio da Liga escreveu "Ganhamos 156 medalhas nos Jogos do Mediterrâneo, mas o PD se lembra somente das vencidas por atletas negras. Quem é racista? Parabéns a TODOS os atletas italianos. A verdadeira resposta aos políticos de salão", escreve.